Market Reports

Avanço regulatório sobre a internet – Instrumento político nacional e internacional

No dia 22 de abril o Senado aprovou o Marco Civil da Internet, considerado uma espécie de Constituição em que estabelece “princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil” por parte dos usuários, dos provedores e também do governo. Sua aprovação na Câmara foi conturbada, já sua passagem pelo Senado aconteceu sem grandes problemas, o que tornou possível para a Presidente Dilma Rousseff sancionar o Marco Civil da Internet no primeiro dia do Encontro Multissetorial Global Sobre o Futuro da Governança da Internet (NetMundial). O tema transcende o cenário nacional, uma vez que o Brasil foi pioneiro na iniciativa de viabilizar um marco regulatório para a Internet. Dentro desse contexto, a Prospectiva em parceria com o CEBRI (Centro Brasileiro de Relações Internacionais), debateram os impactos econômicos da regulação na Internet. Três autoridades no assunto foram convidadas a compor os painéis: Deputado Alessandro Molon, relator do Marco Civil da Internet, Dr. Demi Getshcko, conselheiro do CGI e Rodrigo De La Parra, vice-presidente para América Latina da Icann, entidade que faz a gestão técnica da web nos EUA. O deputado Molon enfatizou como o princípio da neutralidade é uma estratégia econômica para que pequenas e médias empresas possam se desenvolver dentro do setor. Caso a isonomia não fosse respeitada, é provável que as grandes empresas multinacionais abocanhassem grande parte do market share, uma vez que possuem escala para negociar em melhores condições, o que impediria que outras empresas de menor porte, geralmente de start-ups nacionais, pudessem competir de maneira justa. Tanto Demi Getschko quanto Rodrigo de la Parra mostraram-se favoráveis ao avanço da legislação proposta, e forneceram uma abordagem internacional para o tema. Getschko, embora acredite que a construção de um marco internacional comum seja de baixa viabilidade, entende que o que tem hoje no Brasil é fruto de um trabalho interno, e não pura absorção do que se discute...


Innovation Under the Spotlight: Arranging the Tripod

The topic “Innovation” must be a priority for those who wish to stand out in the international arena. At least this is the message the government has passed on over the last few weeks. And the companies agree. The Brazilian government has created many institutional and fiscal incentives aimed at developing technological innovation and injected a considerable amount of resources in scientific research. Nevertheless, Brazil is still far behind countries such as China and the United States, which are references in technological development. The causes of the country’s low innovation levels, however, are no secret to anybody and Glauco Arbix – President of the Studies and Projects Funder (Finep) – is incisive as to the solution he has found to the problem. Inspired by the Chinese and...


Autonomia Questionada

A ANVISA, segundo o Capítulo II da Lei 9.782/ 1999, é uma autarquia independente, cujas decisões devem estar pautadas em argumentos científicos e não vinculadas à qualquer forma de exigência política. A realidade, no entanto, mostra que essa autonomia não é plena, o que impacta negativamente a imagem e a credibilidade da Agência. O exemplo mais recente de influência política sobre decisões técnicas da ANVISA foi a decisão de manter o canabidiol (CBD, extraído da maconha) na lista de substâncias proscritas no Brasil, após declarações que caminhavam no sentido oposto, favoráveis tanto à sua legalização quanto regularização da importação de medicamentos que o têm como principio ativo. A negação do acesso reverberou em grupos da sociedade civil. Múltiplos atores se mostraram favoráveis à...


24 - July - 2014

2ª Conferência Aberje de Relações Governamentais | Os melhores casos de comunicação com o governo | 28 e 29 de agosto


24 - July - 2014

WTC Business Club – Perspectivas Econômicas e Políticas | 20 de agosto

Sorry, this entry is only available in Português.


16 - June - 2014

Will Brazil Get What It Expects from the World Cup?

Sennes’ comprehensive look at the World Cup’s challenges comes just two days before 3 billion fans will watch the debut match in São Paulo and seven years after Brazil won the right to host the games. But, importantly,...


Twitter: prospectivabr

@Prospectivabr